Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneta Da Poesia

Caneta Da Poesia

21
Fev14

A apoteose


canetadapoesia

 

Era imensa a plateia, ia falar o líder e quando entrou,

as cabeças voltaram-se, foi a apoteose,

radiosos sorrisos emergiram daqueles rostos,

e a música explodiu em acordes fabulosos,

Paz, pão e liberdade, tudo o que se deseja para uma vida feliz.

Esqueceram evidentemente os estrondosos apupos ao líder,

antes deste se encontrar aconchegado por tantos aplausos,

são coisas menores, coisas de gente de má fé,

e para os abafar redobraram as palmas e vivas,

e o líder subiu ao palanque e falou,

reverencialmente se dobraram, como quem quer ouvir melhor.

De longe, observados bem, os rostos afinal não estavam tão abertos,

não apresentavam a alegria costumeira dos dias festivos,

estavam fechados, cerrados mesmo e um ar de preocupação,

perpassava por todos eles, não estavam contentes,

a preocupação reflectia-se em todos eles,

talvez com uma ou outra excepção, incluindo a do líder.

Versátil, bem falante, exposição clara, voz de barítono e,

sempre que questionava a ilustre assistência,

não recebia mais do que o olhar quase incrédulo de quem o ouvia,

e nem tinham razão para isso, afinal era o líder,

homem do mundo gestor exemplar de inúmeras empresas de sucesso,

que ali se apresentava com as responsabilidades acrescidas,

agora tinha um País para gerir e ali estava a prestar contas,

a todos os presentes, do enorme sucesso da sua governação.

Palmas no final, muitas palmas, com ou sem vitória,

afinal estava entre os seus, não podia ser diferente.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Caneta da Escrita

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub