Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneta Da Poesia

Caneta Da Poesia

24
Out16

Era um tempo… (2016-09-11)


canetadapoesia

 

 

Era um tempo de angústia,

um tempo em que o tempo marcava o ritmo

da vida de cada mancebo.

Era um tempo em que as mães choravam em silêncio,

que se faziam fortes na presença dos filhos

mas soçobravam logo que eles partiam.

Era um tempo em que tudo era negado a quem

não tinha do tempo o tempo certo para ser livre e,

nessa liberdade limitada pelo tempo se encerrava

em masmorras de que a alma se ressentia.

Era um tempo em que o sonho lhes era negado

e vida parava no tempo,

até que o tempo certo os recolhesse

entre muros e casamatas recheadas,

da nata da juventude parada no tempo.

Era um tempo em que a vida tinha um único objectivo

que o próprio tempo se encarregava de marcar

e permitir viver ou morrer com o tempo

que marcava os intervalos de cada explosão.

Era um tempo em que as mães rezavam

pelos filhos perdidos num tempo madrasto onde,

procuravam sobreviver ao tempo que os aprisionava.

Era um tempo que o tempo não apagou da memória

de todos os que viveram o tempo carcereiro,

acabrunhados por esse tempo,

vagueiam pelas ruas de uma amargura sem cura,

vergam-se ao peso que lhes tolhe os movimentos,

com o pensamento no tempo que lhes tolheu a vida.

Era um tempo em que as mães choravam baixinho

e os filhos sangravam da alma.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Caneta da Escrita

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub