Sábado, 4 de Abril de 2020

Fim de festa (2012)

 

 

Rufavam os tambores, soavam gaitas de foles,

na missa do meio dia, era a festa da aldeia.

Pela noitinha acendiam-se as luzes,

os carrosséis rodavam, tirinhos nas barracas,

oferecendo presentes diversos aos mais afortunados.

Mais tarde a festa pura e dura,

um conjunto itinerante, um palco que de improvisado pouco tinha,

artistas ensaiados e mais ou menos sincronizados,

que isso pouco importava,

porque a festa rebentava de sons, modernos, dançantes e roqueiros,

era a apoteose que se prolongaria mais umas horas.

E o fim que se anunciava pelo abandono da esplanada festiva,

pelo lento apagar das luzes da ribalta,

despoletava a tristeza e a angústia dos que da festa

fazem modo de vida e com ela ganham o sustento do dia a dia.

Rostos cansados, extenuados pela falta de descanso reparador,

a incerteza escrita nos olhos e gestos lentos do desfazer da festa,

não sabendo o que os espera na próxima aldeia.

Recolhem às roulottes já a madrugada anunciava o novo dia,

umas breves horas para o corpo recuperar.

Depois?

A incerteza!

A certeza de mais sacrifícios e desilusões.

O fim de festa.


publicado por canetadapoesia às 22:46
link do post | comentar | favorito

Mais sobre mim


Ver perfil

Seguir perfil

. 19 seguidores

Pesquisar

 

Agosto 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts recentes

Espero (2020-01-20)

Numa manhã (2020-01-05)

Frondosa sombra (2013)

Quando me for (2013)

Diversos (2013)

Bafo de verão (2913)

Olhar interno (2013)

Não dá (2013)

Brilho próprio (2013)

Quase diálogo (2013)

Arquivos

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Links

SAPO Blogs

subscrever feeds